Programação do IV Colóquio Franco-Brasileiro

Programação
IV Colóquio Franco-Brasileiro: “Fabriquer la culture / Fabricar a cultura”
25-31 de Outubro de 2016 – CCHLA-UFRN
4francobrasileiro@gmail.com

Haverá transmissão online:

https://www.youtube.com/channel/UCJVaSLuee0fgjFsiWjzH6XQ

 

INSCRIÇÕES PELO SIGAA: https://sigaa.ufrn.br/sigaa/public/extensao/paginaListaPeriodosInscricoesAtividadesPublico.jsf

O IV Colóquio Franco-Brasileiro acontecerá entre os dias 25 e 31 de outubro no CCHLA – UFRN.

PROGRAMAÇÃO

terça-feira 25/10
18:00 – Apresentação Cultural
Grupo de rabecas (EMUFRN)
Hall do Aud B (CCHLA)
Exposição Coletivo Casa de Pedra

19:00 – Conferência de Abertura
Alain-Philippe Durand (Univ. de Arizona) – Jorge Amado na França
Coordenação: Julie A. Cavignac (UFRN)
Local: Auditorio B – CCHLA

quarta-feira 26/10
08:30- Mesa redonda 1 – Fabricar, inventar, transformar
Guy Lenoir (Institut des Afriques IDAF, LAM)
Séverine Etchenique (Aliança Francesa de Natal)
Rodrigo Ramos Hospodar Felippe Valverde (USP)
Coord. Thaís Brito (UFRB)
Local: Auditório B – CCHLA

14:30 – Sessões Coordenadas – Coord. Flavio R. Ferreira (IFRN)
Local: Auditório B – CCHLA

Oficina de Gravuras alternativas
Org.: Custódio Jacinto de Medeiros
Local: Pátio – Aud. B CCHLA

oficina-cuscus

19:00 – Mostra de filmes
Local: Auditório D CCHLA
Coordenação: Diogo Moreno
Apresentação dos produtos audiovisuais do programa Tronco Ramos e Raizes (Isaac Luna, Isa L. Figueiredo, Natália Amarante e Larissa Cruz)
VIDA VAZA (11’14″)
Documentário experimental sobre as angústias e inquietudes da vida – o existencialismo, a condição da mulher, as possibilidades da arte como instrumento de rebeldía. O filme reúne artistas da cidade de Natal que refletem as dores da sociedade contemporânea, e tem a participação especial da historiadora Leilane Assunção. E por entre as dores a vida vaza: vaza indo embora e paradoxalmente vaza pingos de esperança e resistência, em um caleidoscópio de emoções.Esperança e niilismo se confundem nas metáforas de VIDA VAZA. Um manifesto poético-musical-imagético em busca da delicadeza perdida.
Direção: Carito Cavalcanti

“Sêo Inácio (ou O cinema do imaginário)” (13’00″)
O que é a memória para alguém que já viveu e já viu muitas vidas nas telas? “Sêo Inácio (ou o cinema do imaginário)” conta um pouco da vida de Inácio Magalhães de Sena, cinéfilo potiguar que já assistiu a mais de 20 mil filmes e alia sua sabedoria a uma vivacidade intensa.
Direção: Hélio Ronyvon

Noite dos Tambores (16’17”)
A Noite dos Tambores acontece todos os anos acontece na comunidade quilombola de Sibaúma – Tibau do Sul, no Rio Grande do Norte. Este encontro reúne em praça pública, homens, mulheres, crianças e convidados com o intuito de celebrar a cultura negra e a resistência dos quilombolas face ao avanço do turismo e da inflação imobiliária.
Direção: Diogo Moreno
Local: Auditório D – CCHLA

quinta-feira 27/10
08:30 – Mesa redonda 1 – A cultura em processo
Nicolas Adell (Univ. de Toulouse Jean Jaurès)
Francesca Bassi (UFRB)

Coord.: José Glebson Vieira (UFRN)
Local: Auditório B – CCHLA

14:30 – Sessões Coordenadas – Coord. Flavio R. Ferreira (IFRN)
Local: Auditório B – CCHLA

sexta-feira 28/10
15:30 – Cerimônia de lancamento do selo da Série Relações Diplomáticas: Brasil – França 200 Anos da Missão Artística Francesa
Correios e a Agência Filatélica de Natal.
Local: Aliança Francesa de Natal.

18:00 – Conférence dansée, uma singular história da dança de Fabrice Ramalingom
France Danse Brasil 2016 – Institut Français e Festival Gira Dança.

sábado 29/10

(inscrições até 26/10 – vagas limitadas)

10:00 – Palestra de Tristan Loloum (Universidade de Durham, UK):
Do engenho à praia: patrimônio, memórias e heranças
Visita da região dos engenhos (Goianinha)

16:00 – Oficina de Coco de Zambé e Espontão – Sibaúma e Boa Vista.

segunda-feira 31/10
Exposição Mário de Andrade no Rio Grande do Norte (João Natal)

9:00 – Petit-déjeuner littéraire – Lançamento de livros
Jean-Yves Loude – Pepitas brasileiras
Tarcisio Gurgel – O viajante amoroso

10:30 – Conferência de encerramento
Octave Debary (Université de Paris Descartes, Sorbonne, Canthel/lahic)

Resíduos e Memórias. Do lixo ao museu
Coord. Alessandro Dozena (UFRN)
Local: Auditório do NEPSA – CCSA

=======================

EQUIPE:
Alessandro Dozena – FIT, UFRN
Flávio Rodrigo Freire Ferreira – Observatório da Diversidade, IFRN)
Julie Antoinette Cavignac – DAN, PPGAS, CIRS – UFRN
Séverine Etchenique – Diretora da Aliança Francesa de Natal-RN
Thaís Brito – UFRB

Bolsistas PROEXT

Madson Medeiros Dantas

Kayonara Santos Camara

Ismael Freitas Paiva

Isaac Luna

Isa Louise Bezerra

Larissa Cruz

Soraya Xavier

Soraya Roberta

Natália Amarante

Comissão Organizadora:
Angela Facundo (UFRN)
Diogo Moreno (produtor independente)
Camila Maria Gomes Pinheiro (doutoranda, PGCS/CIRS-UFRN)
Danycelle Pereira da Silva (doutoranda, PPGAS/CIRS-UFRN)
Jardelly Lhuana da Costa Santos (mestranda, PPGAS/CIRS-UFRN)
José Glebson Vieira (CIRS, UFRN)
Maria Isabel Dantas (CASO – IFRN, CIRS – UFRN)
Sheila Ramos da Silva (mestranda, PPGAS/CIRS-UFRN)
Jane Claudia Cabral Bragelone (mestranda, GEOPROF/FIT-UFRN)
————

Realização:
Aliança Francesa de Natal
Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Programa de Extensão PROEXT (Tronco, Ramos e Raízes) MEC-SISU, Grupos de Pesquisa Cultura, Identidade e Representações Simbólicas (CIRS) e Festas, Identidades e Territorialidades (FIT)
Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN)

Apoios:
Consulat Général de France à Recife
Centro de Ciências Humanas Letras e Artes (CCHLA – UFRN)
Escola de Música – UFRN
Programa de Pós-graduação de Antropologia Social (PPGAS)
Pró-reitorias de Pós-Graduação, de Assistência Estudantil e de Extensão Universitária – UFRN
Univ. de Arizona (USA)
Univ. de Bordeaux Montaigne (França)
Univ. de Paris 7 (França)
Univ. de Toulouse Jean Jaurès (França)
Univ. Federal do Recôncavo Baiano (UFRB)
———————
O IV Colóquio Franco-brasileiro, “Fabriquer la culture/Fabricar a Cultura”, é uma iniciativa do grupo de pesquisa “Cultura, Identidade e Representações Simbólicas” (CIRS), do Programa de Pós-graduação em Antropologia Social/UFRN, do Grupo Festa, Identidade e Território – FIT, do departamento de Geografia que pertencem ao Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes da UFRN e do Grupo Mesclas – Memória, Espaço e Culturas, do Centro de Cultura, Linguagens e Tecnologias Aplicadas da UFRB; também recebe apoio do Programa de Extensão Tronco, Ramos e Raizes, do PROEXT-MEC-SISU e na UFRN, da PROEX, PROAE, PPG e do CCHLA.
O Colóquio está organizado em parceria com o Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN), a Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), a Universidade Federal do Piauí (UFPI) a École des Hautes Études en Sciences Sociales (EHESS), LAHIC, UMR 8177, CNRS-Ecole des Hautes Études en Sciences Sociales, o LISST, da Universidade de Toulouse Jean Jaurès, a Universidade de Bordeaux Montaigne com o Institut des AfriquesIDAF/LAM, a Universidade de Paris 7, Descartes, a Universidade de Tucson (Arizona), a Aliança Francesa de Natal.

Em 2010, 2013 e 2015, a UFRN promoveu, com a participação de pesquisadores de vários horizontes disciplinares e por iniciativa do Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social e do Grupo de Pesquisa Cultura, Identidade e Representações Simbólicas (CIRS), os COLÓQUIOS Franco-Brasileiro que vêm reunindo renomados pesquisadores brasileiros e franceses que refletem em torno de temáticas várias: Litoral; Fronteiras; Saberes, práticas e transmissões e, agora, sobre os processos de fabricação da cultura. Todos os eventos contaram com um público interessado e entusiasta, tanto nas atividades acadêmicas quanto nas atividades de artístico-culturais, promovidas pelo Colóquio e que fomentavam sólidas reflexões sobre os temas em questão.
A temática proposta para o próximo encontro, a ser organizado em outubro de 2016, diz respeito aos processos de elaboração cultural no mundo contemporâneo. O presente Colóquio pretende examinar diversas formas de elaboração, transformação, reprodução e transmissão da cultura, assim como processos de patrimonialização e musealização, diante das transformações nas sucessivas teorias e nos campos empíricos.
As discussões serão organizadas em torno dos processos de elaboração dos elementos que compõe as culturas nativas bem como as práticas que acompanham os conhecimentos tradicionais e as transformações observadas no mundo contemporâneo, privilegiando os contextos franceses e brasileiros. Participarão especialistas de vários horizontes disciplinares e serão abertas duas sessões coordenadas abertas aos alunos de mestrado e doutorado. Será preparada uma publicação sobre as temáticas abordadas durante o Colóquio.

Participarão especialistas de vários horizontes disciplinares e serão abertas duas sessões coordenadas, abertas aos alunos de mestrado e doutorado.

———————–
Prazo para apresentar trabalho nas Sessões Coordenadas: 15 de outubro de 2016

Para apresentar um documentário ou participar das sessões coordenadas de apresentação oral o candidato deve, no mínimo, estar cursando o mestrado e pode enviar resumos de até 900 caracteres, até o dia 25 de agosto, para o e-mail: 4francobrasileiro@gmail.com.

A programação e outras informações de interesse serão disponibilizadas na página facebook do evento e na página: https://coloquiofrancobrasileiro.wordpress.com

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s